Aviso!

ATUALIZAÇÃO em: 03/03/21

Vamos passar por uma reformulada no Layout em breve e aí, todas as postagens que estão com probleminhas de chá de sumiço de imagens e partes do texto, vão finalmente ressurgir das cinzas como uma fênix. Também estamos vendo nossas artes, principalmente as logos usadas por nós, em produtos comerciáveis e gostaria de pedir que não roubem as imagens do site, pois todas foram compradas para serem únicas e exclusivas. O logo, a edição das capas, tudo. Se virmos espalhadas por aí, vamos processar, porque temos direito de imagem sobre elas, agora, tá? Beijos de luz!

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

KDRAMA | The K2


Annyeong, dorameiros natos, novatos, indecisos e resistentes... Hwanyeong haeyo! A resenha de hoje é nada mais, nada menos que The K2. Um dorama coreano que entrou no meu TOP 1e fez com que minha paixonite aguda pelo Lee Min Ho passasse e virasse amor platônico pelo Ji Chang Wook. - Se tem uma resenha que eu não podia deixar de fazer é essa. Por quê? Porque, simplesmente, de todos os doramas que vi, até agora - e já são mais de 100 - The K2 foi o que mais gostei. Simples, assim! A direção deste dorama usou aquele efeito que vemos em Matrix, Bullet time, em algumas cenas de ação e ao que parece foi o primeiro dorama a usar esse recurso, o que ganhou notoriedade. Não por menos, The K2 recebeu avaliações favoráveis, superando as classificações de audiência durante toda a sua transmissão. Além disso, a série é contada através do misto entre linha do tempo e flashbacks, que faz com que você descubra a história e monte o quebra-cabeça junto com o personagem Je Ha, o que é feito com excelência pois realmente te prende à ela.

“Eu não tinha nada que quisesse proteger antes, por isso não havia nada que eu pudesse perder. Mas, agora encontrei uma pessoa a quem quero proteger. Acho que... creio que posso ser feliz agora!”


Gênero: Romance, Ação
Episódios:16
Exibição: 2016
  • Sinopse:  Kim Je Ha (Ji Chang Wook) é um ex-agente do serviço secreto conhecido como "K2" que subitamente se torna um fugitivo quando é injustamente acusado de matar sua namorada enquanto servia no Iraque. Ele consegue voltar para a Coréia e se vê obrigado a servir como o guarda-costas de Choi Yoo Jin (Song Yoon Ah), a dona da JSS Security e esposa de Jang Se Joon (Jo Sung Ha), que está se candidatando a presidente. Je Ha usa seu novo trabalho para planejar sua vingança contra Park Kwan Soo (Kim Kap Soo), o líder do partido atualmente no poder, rival de Se Joon na candidatura à presidência e a quem Je Ha acredita ter mandado matar sua namorada. Quando Je Ha é designado para proteger Go An Na (Yoona) conhece a filha secreta e ilegítima de Se Joon. An-na, que foi reclusa e solitária durante toda a vida, começa a depender de Je-ha, que mostra preocupação por ela e a protege a todo custo. Eles lentamente se apaixonam um pelo outro. Mas o que acontece quando a pessoa que quer prejudicar An Na é ninguém menos do que Choi Yoo Jin, chefe de Je Ha e aliada na vingança dele contra Park Kwan Soo?
Este é um dorama completo!


A história é cheia de ação e suspense, reviravoltas não faltam, o romance é a coisa mais fofa do mundo, mas não atrapalha a história em nada, muito pelo contrário: é a cereja do bolo, a Yoona (Go An Na) mostra que é uma atriz excepcional e não meramente uma idol de kpop do grupo - Girl's Generation -, o ator... bem, é o Ji Chang Wook, não precisa dizer mais nada - além do fato, é claro, dele já ter ganhado 2 prêmios de excelência pela KBS Drama Awards e ter feito todas as cenas sem a necessidade de dublê (meu OPPA Supremo, porque SIM).  - A vilã, sinceramente, preciso parar e dar uma ênfase para falar dela, sério, vou deixar para depois porque ela merece! - E tenho certeza que você vai concordar comigo! É, minha gente... Pensem num enredo complexo: The K2 é assim.



Vamos ao que interessa: Embora eu ame romance, achei que aqui ele ficou estrategicamente em segundo plano, mas na medida certa, o que é ótimo para você que prefere histórias de ação, suspense e reviravoltas, pois tais características são definitivamente marcantes em The K2, do início ao fim. Logo no primeiro capítulo a história te conquista e te conquista de um jeito avassalador. - Repito: a-v-a-s-s-a-l-a-d-o-r - A primeira cena, por exemplo, mostra An-na ainda criança vendo sua mãe morta no chão e ela sendo capturada e obrigada a viver sozinha em um convento. Pois é... mas isso é só o começo. 




Tempos depois você se pergunta quem é o bolinho de arroz que está feito mendigo e todo machucado e sangrando e quem é a mulher de camisola branca correndo nas ruas da Espanha, desesperada, assustada e pedindo ajuda. A filha ilegítima de Se Joon a quem Choi Yoo Jin quer a todo custo impedir que venha a público para não prejudicar a candidatura de seu marido à presidência, dentre outros motivos mais sombrios. A vida de An na, então, é marcada por uma reclusão involuntária, traumas, fugas, perseguição e solidão. - Por isso, algumas críticas com relação à personagem ser lamentável, eu acho tremendamente injustas. - Pelo como ela viveu e o que sofreu durante todo o tempo, inclusive tendo traumas sérios como medo de flashs - a história explica - e de pessoas, é natural que ela aja estranho algumas vezes.


An na, na verdade, é uma guerreira! Ela, mesmo sozinha, mesmo sentindo falta do pai, mesmo se tornando adulta longe de quaisquer relações de amor, cumplicidade, felicidade, socialização, tem apenas lembranças boas que viveu com seus pais, sobretudo com a sua mãe. Ela cria forças a todo momento para fugir e tentar encontrar seu pai a quem ela acredita que está impedido de vê-la, pela própria Choi. 



Antes de partir para a Choi, é importante destacar a personalidade da An na que, ao mesmo tempo em que é corajosa, é aquela moça indefesa, pura, que acaba dependendo do Je Ha para se manter protegida, e muitas vezes, viva. Para mostrar isso, o diretor acrescentou algumas cenas bem fofinhas da An na que fizeram o Je Ha, e eu também, se apaixonar por ela. Algumas coisas importantes na história acontecem e Choi se vê obrigada a manter An Na na Coréia, mais precisamente perto de seus olhos e longe de qualquer imprensa, mídia social ou paparazzi. An Na, então, passa a morar em uma casa monitorada por câmeras e quer descobrir por que sua mãe se matou e por que suas lembranças não batem com o que contaram para ela.

“Quando o seu coração está frio, o seu corpo também está.”

Agora, vamos falar da Choi: ela é uma vilã implacável. É aquela mulher que você ama e ao mesmo tempo odeia.


Ama pela atuação, - não só da atriz, como da própria personagem que muitas vezes é falsa e precisa atuar em frente às câmeras - ama pela inteligência, pelo cinismo, pela postura, por estar sendo desmascarada ou segurando uma arma e continuar com a cara da riqueza. Ama porque ela é ela, e até te dá um certo dó pela sua história de vida - que não justifica, mas complementa suas atitudes. - E odeia pela ganância, pelo falso carisma que finge ter, pelo que é capaz de fazer para ter aquilo que quer e acha que merece. Odeia pela inteligência dela (sim, a ama e a odeia por isso), por ela não demonstrar qualquer remorso e por se apaixonar pela pessoa errada e  sua risada absurdamente sarcástica e malvada.



Choi é herdeira da empresa JSS Security do pai, que no passado teve um caso com uma secretária e acabou tendo um segundo filho: Choi Seong Won, com quem teve de dividir a empresa JB Security. - Um personagem que você não sabe se gosta ou desgosta e só descobre no final. - Choi Yoo Jin, ainda, tem em seu poder a Cloud Nine, uma sala secreta da JSS Security cujo programa "Espelho" é motivo de inveja de seu irmão. Pouquíssimas pessoas de confiança conseguem acesso ao Cloud Nine, dentre elas K2 e Kim Dong Mi (Shin Dong Mi) que é a secretária de Yoo Jin. - Ela era tão devota à Choi que eu achei que rolava outra coisa - Mas já falarei deles!



Se Joon é um mulherengo. E numa de suas aventuras acaba caindo na armadilha de Park Kwan Soo que quer desmascará-lo.  Como isso seria péssimo para os planos de Choi Yoo Jin ela mexe os pauzinhos e manda seus seguranças da JSS Security resolverem o problema, inclusive matando quaisquer testemunhas, caso houvessem. Só que ela não esperava que, para sua infelicidade, a testemunha seria ninguém mais, ninguém menos que Je Ha, até então, um pendurador de banner que vê o que não devia no dia e local errados. Neste momento, ele acaba lutando com diversos seguranças: os do Park Kwan Soo e os da JSS Security e acaba com todos. - Porque se não for para ser um herói exagerado e quase um deus, não é dorama!

“Espere-me no ponto exato onde me perder. Não importa quanto medo tenha, tens que suportá-lo e esperar.”


Seu marido, Se Joon, é um deputado, candidato a presidência que vendeu sua alma ao diabo, como ele próprio diz, quando resolveu seduzir Choi Yoo Jin. Sua ganância foi seu principal inimigo. Além de perder a mulher que amava, se viu afastado de sua filha e obrigado a conviver com quem nunca amou, num casamento de fachada. Os dois tinham um certo contrato: se ela fizesse algum mal à An na, ele desistiria de tudo. Se Joon, que a princípio confiava a segurança de An Na no chefe de segurança da JSS Security, um dos braços direitos de Choi Yoo Jin, passa a confiá-la à Je Ha, uma vez que percebe que é o único capaz. 



Je Ha é aquele cara perfeito que se destaca em tudo o que faz. Ele cria suas próprias regras. O nosso K2, codinome que ganhou quando começou a trabalhar para a JSS Security, despertou na Yoo Jin um tipo de sentimento que nem mesmo ela entendia. Ao notar o seu potencial, ela tenta domá-lo mas ao mesmo tempo ela percebe que isso beira o impossível. O mais curioso é que cada vez que ela percebe isso, mais ela quer protegê-lo. Je Ha quer se vingar de Park Kwan Soo, pois acredita que ele foi o mandante de matar Raniya, sua ex-namorada - uma norte-americana no papel de muçulmana, falando coreano... eu ri quando vi - enquanto servia no Iraque. 


Há muitas cenas marcantes, como por exemplo, a que ele precisa lutar, do jeitinho que veio ao mundo, no chuveiro, contra quem dias atrás derrotou. Todos peladènhos! A luta que segue a cena é uma das mais vibrantes... Outra cena excepcionalmente marcante é a da igreja, em que a Yoona mostra sua deliciosa voz cantando Amazing Grace. É SIMPLESMENTE DE ARREPIAR! Eu, sinceramente, me coloquei no lugar dela... a Yoona não deixou de atuar em momento algum na cena e ao se emocionar, me emocionou e eu caí no choro, mesmo. Sem vergonha alguma de admitir, eu chorei de soluçar. Uma das cenas mais bonitas e desesperadoras que eu já vi. Aliás, preciso dizer que a trilha sonora de The K2, até o momento, foi a MELHOR que já vi nos doramas. Elas, realmente, despertam o sentimento das cenas. Inclusive, me vejo cantarolando algumas conforme vou escrevendo aqui... 




E a cada episódio, a equipe começa a encaixar perfeitamente as cenas de ação com a música e isso só colabora para aumentar a nossa imersão e apreciação desse dorama. A trilha sonora me nocauteou, sem exageros! Enfim, como espero que com esta resenha todos os que comentam aqui mostrando uma certa curiosidade sobre essa pequena parte do universo cultural asiático (mesmo os que ainda se mantém resistentes) se sintam mais instigados a dar uma chance aos Doramas... não posso deixar de falar de mais três personagens essenciais da trama: Choi Seong Won, Kim Dom Mi e Park Kwan Soo.

“As pessoas que estiveram na guera por muito tempo finalmente esquecem completamente porque lutam.”


Como eu já disse, o Choi Seong Won é uma incógnita. A priori, eu pensei que ele era o típico "não fede, nem cheira", até começar a aparecer com certa frequência na trama e se tornar parte importante da história. 


Sério, agora segue a ênfase: a Yoo Jin é maquiavelicamente mais inteligente do que todos da trama inteira, mas isso não me fez desmerecer os momentos de inteligência dos demais personagens, como o próprio K2, que às vezes parece estar à frente dela. Uma delas, talvez mediana, é a Kim Dom Mi, braço direito da Choi. Inteligentinha até, tinha umas sacadas boas, umas ações interessantes, mas umas atitudes um tanto impulsivas, principalmente quando se compara ao K2... - mulher, apenas pára que tá feio! - e que, sem querer, acabava prejudicando a sua ídola Choi Yoo Jin.
 

Temos, por fim, o Park Kwan Soo. O que falar dele? Como ele é o presidente do partido e também candidato à presidência, tem bastante poder. A disputa pelo poder entre ele e Se Joon é excelente! Ambos mostram a real face dos políticos gananciosos. A jogada com o poder de The K2 é tão complexa que se eu falar mais alguma coisinha corro o risco de falar mais do que devia.


“Todo mundo quer ser feliz. Ter seu próprio lugar na vida.”

Bônus: Um romancinho aí que rola com dois personagens coadjuvantes me encantaram. Além de ter sido fofo, foram engraçados e inesperados. Um extra que serviu como chantili pro bolo... Mas, a cerejinha... ah, a cerejinha tinha que ser o casal principal! Que fique registrado que as cenas do cobertor são as mais fofiiiiinhas que eu já vi. - Falei e saí correndo.


Pra finalizar, o que mais achei interessante é que a trama mostra que todo mundo tem o seu lado bom e o lado obscuro... e que aqueles que são capazes de perdoar a si mesmos ou aos outros, conseguem viver bem no fim das contas. Que a melhor maneira de acabar com seus medos é enfrentá-los. Que não vale a pena permanecer num relacionamento sem amor. Que as pessoas que mais se fazem de amigas, podem ser as mais perversas. E que ganância, meu bem, só é boa se puder controlá-la. Enfim, o dorama é tão rico que a gente pode tirar as mais valiosas lições de moral...  Então, é isso, senão corro o risco de soltar spoilers. Seria um pecado acabar com as expectativas de quem se interessou por esse enredo e eu jamais me perdoaria! - Ação, ação e mais ação, somadas ao suspense MUITO BEM desenvolvido e reviravoltas surpreendentes. É assim que vejo The K2, logo eu, viciada em romances... rs. Espero que tenham gostado! Até a próxima!

~~~~~~~~~~• ONDE ASSISTIR? •~~~~~~~~~~
NetflixTheir Doramas • 


~Rackys

Do Atari ao PS4, superando o vício em Guitar Hero II e migrando para "drogas" mais fortes: os Doramas. Eles me transformaram numa maratonista devoradora e resenhista de dramas asiáticos, pelos sites Eu Insisto, Uma Dose de Dorama, Kai nos Doramas e Teoria Geek, e agora, com site próprio EU♥DORAMAS! Por influência deles, me viciei em SHINee (kpop) e descobri que não tem cura. Mais recentemente, fui convertida ao SuperM e EXO, também. (Amém!) Além destes projetos, fui otaku de Naruto, fã de Nicholas Sparks, amante de séries teens, musicais, de dança, ginástica artística e dança no gelo. Atualmente nooba em PvP e admin do grupo EU♥DORAMAS no Face e ajudante no fórum da Fansub de mesmo nome. Me aventurei na vida de subber para uma Fanbase de Legenda: a SuperMsubBR. Mas, meu coração continua shawol pra todo o sempre e MVP de carteirinha, embora Flaming tracker me afronte. E, por fim, juro que, embora pareça que não, tenho vida social! Tanto que sou professora de educação infantil no "tempo livre". Prazer! Sou Rackys.

38 comentários via Blogger
comentários via Facebook

38 comentários:

  1. Amei a resenha!!!!
    Esse é o meu dorama e ao ler essa resenha se tornou também a minha resenha favorita!! hahaha
    Você soube explicar muito bem todos os detalhes sem nenhum spoiler,além ter uma parte da resenha dedicada a trilha sonora,algo que eu ,particularmente,acho essencial para que o dorama seja um dos melhores.Enfim,uma excelente resenha e feliz 2019!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiz..
      Olha, francamente, é um dos meus preferidos, se não o mais! Simplesmente, amo. E amo a Choi!!! Adoro o quão filha da p* ela consegue ser… hahahaha
      A trilha sonora é perfeita! Que bom que também achou isso…
      Obrigada pelo feedback e volte sempre. Feliz 2019!

      Excluir
  2. De fato, foi o melhor jeito de começar no mundo dos Doramas! A história é completamente cativante, enquanto todos os personagens, principais ou secundários são apaixonantes!

    Estou realmente grato a um certo alguém por me apresentar esse mundo.

    Está na minha lista de recomendações, com certeza!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu te disse que seria bom, antes mesmo de fazer a resenha. Fico feliz de ter gostado! Você precisava ter começado com um de ótima qualidade para se aventurar em ver Doramas.. hahaha Que bom que acertei!
      Quanto aos personagens, sim, é exatamente isso.. Todos são apaixonantes, positiva ou negativamente… é aquele relacionamento de amor e ódio. São muito bem escritos, inclusive a personalidade deles, que só é possível enxergar graças à atuação deles… Simplesmente perfeito!!!
      Obrigada pela devolutiva, Jô! ^^ Até o próximo, hehe!

      Excluir
  3. Parabéns pela resenha. Já pra mim, esse drama foi um dos mais fracos que ja vi, só nao foi pior, prq a atriz que faz a vilã,literalmente salvou o drama. Yoona pra variar estava horrivel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou c-h-o-c-a-d-a! Tudo bem, gosto não se discute, mas a Yoona ao meu ver representou bem o tipo de mulher com traumas e dúvidas, e você via o medo dela nos olhos… A cena da igreja, em que ela canta, meu Deus, não deixou de atuar nem por um momento nela! Para mim, ela foi excepcional! E a história de The k2 para mim, foi a melhor! De verdade.. porque é completinha: início, meio e fim que se encaixam, fazem sentido e têm bom enredo, e a maneira como é contada, pra mim, é nota 1000. Mas, fiquei curiosa, Marcio.. qual dorama melhor que ele você me indica? Aceito sugestões!

      Excluir
  4. Então,amigo…Eu gostaria de saber o que exatamente foi ruim nesse dorama?porque ao meu ver ele é um dos melhores que eu já assisti.
    Fica a pergunta:Pode ser mais completo na sua crítica?

    ResponderExcluir
  5. Oiii Rackys tudo bem?
    Que dica maravilhosa menina para quem curte isso, eu não sou muito chegada em assistir isso, mas indicarei para algumas amigas que iriam surtar loucamente, ótimo post.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que vá indicar às suas amigas.. mas triste por ainda não ter te convencido. hahahaha Minha meta. =P Passe a resenha para elas, por favor. Gostaria de um feedback delas quando assistirem.. ^^

      Excluir
  6. Oiê! Nunca assisti doramas, apesar de ter uma amiga que está fissurada em todos eles. O enredo desse me deixou bastante curiosa, eu gosto de ação e suspense e se tiver um pouco de romance então, melhor ainda. Vou dar uma olhadinha nele.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isabela!!! Não creeeeeeeeio, convenci mais uma pessoa??? Vou pôr na lista! =D Coração a mil!!! Obrigada, obrigada, obrigada! hahahaha Espero que goste de The K2… eu, já deu pra notar, AMEI, AMEI, AMEI!

      Excluir
  7. Olá
    Eu nunca vi nenhum Dorama mas sempre gosto bastante dos enredos e do que vejo pelos blogs, adoro um romance então fiquei curiosa neste e vou deixar na lista para tentar ver qualquer dia desses, boa dica e parabéns pelo post tão caprichado

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Catharina!
      Fico feliz em ter despertado o seu interesse nesse dorama.. ele, realmente, é um dos mais especiais para mim! Espero que goste! =D
      <3

      Excluir
  8. Parece muito bom!!! Ja quero ver, essa resenha me deu muita vontade *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! São comentários assim que mais espero ver quando faço uma resenha! Espero, de coração, que não fique só na vontade.. =D Te espero para saber o que achou!

      Excluir
  9. Adoro as indicações de dorama daqui, o último que eu vi foi descendants of the sun e AMEI, mas não consegui achar outro pra assistir pq eu fico comparando e acho que nenhum vai se igualar ou ser tão bom quanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, fico muito feliz, eu fiz a resenha de Descendants of the Sun, aqui, Andante e The K2. Estou pensando na próxima.. ^^ E, olha, DOTs foi ótimo, mas The K2, para mim, superou! Estou terminando de assistir Goblin. Talvez eu faça dele. =D

      Excluir
  10. Adorei a resenha!Assisti ao Dorama meio pé atrás dps de ler tantos comentários que não o favoreciam e me vi surpreendida e grata à mim mesma por tê-los ignorado e ter assistido essa delícia!!Valeu!!☺️☺️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que os comentários tenham sido por conta da Yoona.. nem todos gostam dela atuando, mas sinceramente acho que neste personagem, combinou certinho. Reclamam que ela é apática, para história, mas acho que pelo histórico de vida dela, também era natural. O k2 e a Choi são os principais, isso sem dúvida! ❤️❤️❤️

      Excluir
  11. Aaaah o que dizer dessa resenha se não é uma das melhores que li não sei o o que é então, K2 com toda certeza (minha opinião) é um dos melhores dramas de ação, que enredo , que personagens muito bem planejados/desenvolvidos e as cenas tanto de ação quanto as ceninhas básicas de romance então, quando vi a Yoona nesse drama achei que não seria nada de mais mas posso dizer que me surpreendi e Chang Wook perfect(sou suspeita em falar dele haha), escreveria mais coisas porém faço de suas palavras a minha, menina você soube fazer da resenha o ponto de partida pra quem não assistiu se interessar com toda certeza , mds estou muito feliz com essa resenha sério mesmo 😍😍😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, sério?
      Eu tinha amado fazer ela, mas não sabia o quanto ela poderia, digamos, tocar as pessoas. Fico muito, mas muito mesmo, feliz pelo que acabou de me dizer. Estou extremamente grata e toda orgulhosinha... ^^ hahaha
      Ji Chang Wook tá muito bolinho nesse dorama, meu Deus do céu! E quanto à Yoona, eu já li várias críticas sobre ela, mas acho que esse papel, combinou muito bem com a atuação.
      PS: Nunca vou entender quem shippou ele com a Choi. Sério! hahahahaha
      Volte sempre!

      Excluir
  12. Esse esta na lista ha tempos, mas ainda não chegou o momento dele. Mas vai chegar, porque só vejo resenhas positivas dele. Parabens pela sua! Esta otima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, Ji Chang Wook está tão, mas tão, mas tãããão maravilhoso que eu não entendo como que está deixando-o de molho, sinceramente. Talvez por conta da Yoona? Joguei no ar. ahahaha O pessoal tem uma relação com ela de amor e ódio (e eu não entendo esse segundo, na real, inclusive shippo forte com o Minho do Shinee hahahahahah) Voltando.. The K2 é, de longe, a história mais bem amarradinha que assisti, ou uma das. Vale SUPER o tempo gasto. Até MEU PAI amou! hahahaha Sente a pegada!! ^^

      Excluir
    2. Quando eu assistir te conto o que achei! Preciso estar na vibe dele, rsrs
      Quem sabe não arrumo mais um oppa pra minha coleção ��

      Excluir
    3. Entendo perfeitamente esse lance de “estar na vibe”. Tem dorama que só desenrola quando eu tô no mesmo clima que ele, mas AÇÃO? Eu quase nunca estou. hahahahaha Porém, a trama é muito perfeita, me prendeu desde o início. Estou ansiosa para o seu feedback depois que assistir. Vou ficar esperando!!! *-*

      Excluir
  13. Parabéns pela resenha Raquel, como sempre bem escrita e detalhada! Agora que conheci o Ji Chang Wook (Healer), vou atrás desse tbm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por ter vindo, Paulinha e pelas palavras!
      Ji Chang Wook é muito deuso para ficar esquecido. Bora aproveitar que ele voltou do exército para upar todos os doramas com ele! hahaha

      Excluir
  14. Eu não tinha vontade de assistir esse Dorama até agora!!! Essa resenha me deixou LOUCA para assistir na verdade! Rsrs… Resenha maravilhosa, Parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, sério?
      Isso que é gratificante!
      Mas, você vai curtir, Renata… não tem como não curtir. Só não entra na vibe de shippar a Choi que é caminho sem volta. hahahahahaha
      Obrigada pelo comentário. Volte sempre!

      Excluir
  15. Mas gente se eu já era apaixonada por esse dorama imagina agora depois de ler , tu soube detalhar perfeitamente cada características principais , o que falar dessas atuações maravilhosas no decorrer do drama não é mesmo?. A Yoona realmente me surpreendeu e Chang Wook bem ele é perfeito haha , a vilã tbm acredito que ela foi muito bem desenvolvida ao longo do drama como toda trajetória do drama em si . E faço de todas as suas palavras as minhas e acredito que tua resenha vai dar aquela motivação para o pessoal assistir em haha resenha mais que maravilhosa, super bem escrita e vejo a dedicação que tu colocou , está realmente de parabéns, eu amei muito muito essa resenha *-* *-* <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Aynne, muitíssimo obrigada pelas suas palavras! Acho que o sonho de todo resenhista é ler coisas assim… Claro que os leitores têm todo direito de discordar, mas eu sempre tento ser neutra na hora da crítica e busco entender é a personalidade dos personagens, antes de expor a minha opinião.
      Com relação à The K2, a história ajuda. Em nenhum momento tem como shippar a Choi com o Chang Wook. A personalidade dele não permitiria isso nem em sonhos insanos. Um cara que mostra valores e moral acima de tudo, não se apaixonaria pela vilã, por exemplo. Hahahaha
      Vou parar de filosofar por aqui, porque The K2 me da uma coisa… Hahahaha
      Obrigada pelas palavras!!!

      Excluir
  16. Parabéns pela resenha, muito bem escrita. Adorei ler e não vejo a hora de começar K2. Foi muito importante ler a resenha e conhecer mais sobre os personagens, estou realmente ansiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, agradeço muito por ter gostado! Se eu fosse você, já arrumava um cantinho, ajeitava o cabo HDMI do PC na TV e começava! hahah ^^

      Excluir
  17. É o tipo de resenha que vc lê e não sabe mais o que fazer com a lista de prioridades dos doramas kkkk.
    Parabéns pela resenha Raquel, não esperava menos, pq vc sempre arrasa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Dy, muito obrigada! De coração.. ^^
      Eu sei que indico muito dorama.. agora entendo porque querem me matar lá no grupo! hahahaha

      Excluir
  18. Gostei muito da resenha, não entregou spoiler e me deixou mais curioso pra assistir. Já está em minha lista da Netflix!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, amor!
      Cê sabe que sua opinião pra mim é extremamente importante, né? ^^
      Espero que goste de The K2... ^^ Tô ansiosa pela sua opinião posterior haha =P
      ♥ Bjo bjo...

      Excluir

Deixem-nos saber o que achou do post! Comente aqui.

Todo site, quando desenvolvido com carinho, sem qualquer pretensão de lucro, espera algo em troca.
A única coisa que espero dos meus visitantes, além de gostarem do conteúdo, é comentarem nas postagens.
São estas pequenas coisas que não me deixam desanimar: saber que tem gente que acompanha, independente de concordar ou discordar de mim.
Então, se não for pedir muito, por favor, deixem umas blogueiras felizes! ^^

Paginação numerada



Subir