Aviso!

ATUALIZAÇÃO em: 03/03/21

Vamos passar por uma reformulada no Layout em breve e aí, todas as postagens que estão com probleminhas de chá de sumiço de imagens e partes do texto, vão finalmente ressurgir das cinzas como uma fênix. Também estamos vendo nossas artes, principalmente as logos usadas por nós, em produtos comerciáveis e gostaria de pedir que não roubem as imagens do site, pois todas foram compradas para serem únicas e exclusivas. O logo, a edição das capas, tudo. Se virmos espalhadas por aí, vamos processar, porque temos direito de imagem sobre elas, agora, tá? Beijos de luz!

terça-feira, 2 de março de 2021

THAIDRAMA | Kleun Cheewit

Olá, companheiros(as) de "só mais um episódio e eu durmo"... Quanto tempo! - Hiatus criativo é, realmente, uma merda, mas você já teve inflamação no Túnel do Carpo? Não se preocupem, tô em overdose de fisioterapia, mas estou bem. - Enfim, já tem um tempo que quero escrever esta resenha, mas me vi travada de uma forma que não sei bem explicar como. Essa Pandemia mexeu demais com o meu psicológico, atacou a ansiedade - não, não foi pessoal (indireta mode on) - e o resultado foi esse bloqueio e minha ausência por aqui. Mas, cá estou de volta, trazendo uma indicação de um Lakorn que se tornou um xodózinho para mim: Kleun Cheewit.
 

Gênero: Drama | Romance
Episódios: 15 (de 1h e lá vem história)
Ano: 2017
  • Sinopse: Jeerawat (Urassaya Sperbund) é uma famosa atriz e modelo. Sua mãe casou-se com um homem rico, que cobiça Jeerawat como mulher e futura esposa. Após ele tentar drogá-la, ela consegue fugir mas atropela uma jovem na estrada, que mais tarde morre no hospital. A jovem era noiva do advogado Sathit (Prin Suparat), que promete vingar-se de Jeerawat por tê-la matado. O padrasto e a mãe de Jeerawat, se utilizam de sua influência para esconder todas as evidências, mas Sathit decide perseguir e incomodar Jeerawat de todas as formas, a fim de conseguir provas que a incriminem ou uma maneira que faça com que ela confesse o que fez. Durante a convivência explosiva entre Jeerawat e Sathit, ambos desenvolvem sentimentos, mas a sede de vingança ainda é forte e o domina.
 
Separa o milho de pipoca e já deixe na panela com margarina, porque se depois da Resenha, você não quiser assistir Kleun Cheewit (pela primeira vez ou de novo) é porque eu perdi a mão, mas pelo menos você vai comer uma boa pipoquinha enquanto termina um outro dorama da sua lista interminável - que eu sei que você tem.

Paginação numerada



Subir