Aviso!

ATUALIZAÇÃO em: 03/03/21

Vamos passar por uma reformulada no Layout em breve e aí, todas as postagens que estão com probleminhas de chá de sumiço de imagens e partes do texto, vão finalmente ressurgir das cinzas como uma fênix. Também estamos vendo nossas artes, principalmente as logos usadas por nós, em produtos comerciáveis e gostaria de pedir que não roubem as imagens do site, pois todas foram compradas para serem únicas e exclusivas. O logo, a edição das capas, tudo. Se virmos espalhadas por aí, vamos processar, porque temos direito de imagem sobre elas, agora, tá? Beijos de luz!

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

ESPECIAL | X Japan

 
Hoje, falaremos da banda, que para muitos é e sempre será a melhor do mundo Jrock: X Japan. 
Com um som baseado no metal e no hard rock, lançada na década de 80, a banda conquistou muitos fãs com o seu som e sua estética.
A banda foi a primeira no país a utilizar o visual Kei (baseado em maquiagens fortes, roupas elaboradas e aparência andrógena).
A banda surgiu em Tóquio, em 1982, e foi criada por dois amigos de infância: Toshi (vocal) e Yoshiki (bateria e piano). Até 1992, a banda teve dois nomes, antes de se decidirem pelo "X Japan". O primeiro nome temporário era "Noise", porém quando a banda assinou com a Sony Records Japan, em 1989,  o nome foi alterado pra "X" e ficou assim até 1992, quando a banda descobriu a existência de uma banda punk californiana de mesmo nome e assim decidiram alterar para "X Japan".
Em 1989, com a seguinte formação: Toshi (vocal), Yoshiki (bateria e piano), Taeiji (baixo), Pata e Hide (guitarras), a banda lançou o álbum "Blue Blood" que é tido como o seu  maior e melhor trabalho. Ele contém a maioria dos seus maiores sucessos como "Kurenai", "X" e "Endless Rain". 
 
 
Dois anos depois, X Japan lançou o álbum "Jealousy" que também fez bastante sucesso. No ano seguinte, a banda já era super respeitada e amada por muitos em seu país e por isso conseguiram lotar o seu primeiro show no Tokyo Dome. Mas nem tudo eram flores! Nesse mesmo ano, o baixista Taeiji abandonou o barco após muitas divergências musicais e Heath entra, fazendo parte da nova formação da banda que permaneceu a mesma até 1997.
Entre 1992 e 1995, a banda da um breve hiatus pra que todos os integrantes pudessem focar em suas carreiras solos. Em 1995, a banda retornou com uma nova turnê chamada "Dahlia" e, em 1996, lançam um álbum de mesmo nome que teve um considerável sucesso.
Entretanto em 1997, Toshi também decidiu sair do grupo e Yoshiki dissolveu a banda. Embora boatos diziam que a banda faria um grande retorno com Hide nos vocais, os  planos foram cancelados assim que a mídia japonesa, em 02 de maio de 1998, anunciou a sua morte. Em seu funeral, a banda se reuniu e, em sua homenagem, cantou "Forever Love", outro hino da banda. 
Até 2006, os integrantes focaram nas suas vidas pessoais, mas nunca se esqueceram da música. Toshi formou outras bandas, assim como Pata e Heath .  Yoshiki virou produtor de bandas famosas de Jrock como Dir en Grey (que falaremos ainda) e, pasmem, de Krock também, como a banda Trax
Em 2007, foi anunciado a volta da banda completa incluindo Taeiji, por meio de uma música que seria apenas disponível pra download, em 2008. Nesse mesmo ano, eles anunciaram 3 shows no Tokyo dome e todos lotados. Lançaram, também, um DVD chamado "X Japan Returns" e, em 2011,, começaram uma mini turnê mundial, que incluiu o Brasil como destino.
 
 
No mesmo ano, Taeiji foi preso num vôo e acusado de vários crimes federais. Ficou um tempo preso até que tentou cometer suicídio em sua cela e teve morte cerebral declarada na UTI para onde foi levado. Sua família, então, depois de um tempo, concordou em desligar os aparelhos, em 17 de Julho. 
 
* * * * *
O CVV - Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email, chat e voip 24 horas todos os dias.
 Ligue 188 • Acesse SITE • Doe para a CVV através do SnyderCutBR
* * * * *

 
Em 2014, a banda anunciou um show no "Madison Square Garden", onde apenas artistas consagrados se apresentam. No ano seguinte, a banda fez shows na "Wembley Arena" e anunciou um álbum com músicas inéditas que seria lançado no início do 2016, juntamente com um filme sobre a banda. 
Atualmente, não se tem muitas informações sobre a continuação ou projetos envolvendo a banda.
 

 
Mesmo assim, eles foram escolhidos pra serem os primeiros da "Eu Amo Doramas", pois foram os primeiros a revolucionarem a cena cultural do Rock no Japão, sem contar que foram os precursores do visual Kei, que até hoje é muito famoso e bem propagado no país. - E, principalmente, porque eu tenho um amor incondicional e interminável por essa banda, claro!
Se você curtiu o texto e quer saber mais, comente... Nós da "Eu Amo Doramas" ficaremos muito felizes!!!
~Thao.

Sou uma pessoa totalmente apaixonada pela cultura asiática, desde que me entendo por gente. Não apenas adoro dramas asiáticos, como músicas e animes. Escuto kpop e mandopop há alguns anos, mas a música asiática me conquistou mesmo, quando conheci o jpop/jrock, ou seja, há milhões de anos, no início da minha adolescência, foi quando a minha paixão por descobrir músicas de países, muitas vezes esquecidos pelos outros, começou a se manifestar. Atualmente, tenho um objetivo: me tornar uma enciclopédica musical ambulante. E, para completar, ainda escrevo fanfics nos sites Wattpad e Spirit Fanfiction. Confira lá! E, claro, prazer! Sou Thaoana!

6 comentários via Blogger
comentários via Facebook

6 comentários:

  1. ���������� arrasando thaoooo!

    ResponderExcluir
  2. Eu sou suspeita para falar, acho. Conheço a banda? Não. Faz meu estilo? Definitivamente, não. Mas, ao ler a bio de X Japan, eu fiquei toda arrepiada. Não sei se por conta do lance do suicídio ou da eutanásia, ou se por terem desfeito a banda e depois recomeçado, não sei bem dizer... De alguma forma me lembrou do meu grupo de Kpop favorito, claro que em proporções bem diferentes. Mas, fato é que essa seção da Cultura Asiática tá muito top!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q bom q vc esta gostando....vou continuar trazendo mais conteudo desse tipo

      Excluir
  3. Nossa, nunca tinha ouvido falar dessa banda, aí lendo o texto cheguei na parte do vídeo, assisti tudo e fiquei feliz ouvindo eles tocando com tanta animação. Fiquei triste de saber da morte dos dois. Texto extremamente bem elaborado e me deixou com vontade de ouvir mais.

    ResponderExcluir

Deixem-nos saber o que achou do post! Comente aqui.

Todo site, quando desenvolvido com carinho, sem qualquer pretensão de lucro, espera algo em troca.
A única coisa que espero dos meus visitantes, além de gostarem do conteúdo, é comentarem nas postagens.
São estas pequenas coisas que não me deixam desanimar: saber que tem gente que acompanha, independente de concordar ou discordar de mim.
Então, se não for pedir muito, por favor, deixem umas blogueiras felizes! ^^

Paginação numerada



Subir